Afeganistão diz que bomba dos EUA matou 36 integrantes do Estado Islâmico

Afeganistão diz que bomba dos EUA matou 36 integrantes do Estado Islâmico

Autoridades do Afeganistão afirmaram que o ataque da quinta-feira dos Estados Unidos com a maior bomba não nuclear já usada em combate pelos americanos matou 36 combatentes do Estado Islâmico. Não há registro de mortes entre civis, segundo comunicado do Ministério da Defesa afegão, que também disse que várias cavernas e depósitos de munição do grupo radical foram destruídos.

A bomba, oficialmente como GBU-43B, lançou 11 toneladas de explosivos na área. O ataque ocorreu no distrito de Achin, no leste afegão, próximo da fronteira com o Paquistão.

Um morador do distrito, Hakim Khan, de 50 anos, comemorou a ação americana contra os militantes. “Eu quero 100 vezes mais bombas contra esse grupo”, afirmou Khan

Compartilhe
Previous EUA lançam no Afeganistão sua bomba não nuclear mais poderosa
Next Odebrecht apostava no potencial de Bruno Araújo, diz delator

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Mundo

PF apura ligação de 602 brasileiros com grupos terroristas

Pelo menos 602 pessoas estão sendo monitoradas pela Polícia Federal por suspeita de envolvimento com grupos terroristas internacionais, de acordo com reportagem do jornal O Globo. Um relatório sobre o assunto

Mundo

Número de mortos em terremoto entre Irã e Iraque passa de 320

Um violento terremoto atingiu a fronteira entre Irã e Iraque no fim do domingo (12/11) e deixou ao menos 328 pessoas mortas e outras 2.000 feridas apenas em uma montanhosa região do

Mundo

Tempestade tropical deixa centenas de mortos e feridos nas Filipinas

Pelo menos 133 pessoas morreram nas Filipinas devido à tempestade tropical Tembin que atingiu o sul do país nesta sexta-feira, 22, principalmente a ilha de Mindanao, segundo um novo balanço