Afeganistão diz que bomba dos EUA matou 36 integrantes do Estado Islâmico

Afeganistão diz que bomba dos EUA matou 36 integrantes do Estado Islâmico

Autoridades do Afeganistão afirmaram que o ataque da quinta-feira dos Estados Unidos com a maior bomba não nuclear já usada em combate pelos americanos matou 36 combatentes do Estado Islâmico. Não há registro de mortes entre civis, segundo comunicado do Ministério da Defesa afegão, que também disse que várias cavernas e depósitos de munição do grupo radical foram destruídos.

A bomba, oficialmente como GBU-43B, lançou 11 toneladas de explosivos na área. O ataque ocorreu no distrito de Achin, no leste afegão, próximo da fronteira com o Paquistão.

Um morador do distrito, Hakim Khan, de 50 anos, comemorou a ação americana contra os militantes. “Eu quero 100 vezes mais bombas contra esse grupo”, afirmou Khan

Compartilhe
Previous EUA lançam no Afeganistão sua bomba não nuclear mais poderosa
Next Odebrecht apostava no potencial de Bruno Araújo, diz delator

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Em despedida, Obama pede para americanos se engajarem

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, fez um discurso de despedida na noite desta terça-feira, em Chicago, a poucos dias de deixar o cargo após oito anos de mandato.

Mundo

Atentado em Londres deixa ao menos 7 mortos e 48 feridos

A comissária-chefe de Polícia da Scotland Yard, Cressida Dick, elevou neste domingo para sete o número de vítimas fatais nos dois ataques de sábado à noite na região da London

Notícias

Míssil balístico da Coreia do Norte cai em território marinho japonês

A Coreia do Norte realizou nesta terça-feira (28/11) um teste com mísseis balísticos, confirmado pelos governos dos Estados Unidos, Coreia do Sul e Japão, que atingiu a zona exclusiva econômica