Poupança perde recursos em março, mas resultado é o melhor em três anos

Poupança perde recursos em março, mas resultado é o melhor em três anos

Os saques na poupança superaram os depósitos pelo terceiro mês seguido. Em março, a retirada líquida (descontados os depósitos) foi de R$ 4,996 bilhões, informou hoje (6) o Banco Central (BC). A perda de recursos foi a menor para o mês de março em três anos. No mesmo mês de 2015, a retirada líquida foi de R$ 11,44 bilhões e em março 2016, de R$ 5,38 bilhões.

Nos três primeiros meses de 2017, a caderneta de poupança registrou retiradas líquidas de R$ 17,4 bilhões, perda de recursos menor que os R$ 24,05 bilhões registrados no mesmo período do ano passado.

Desde o início da recessão econômica, em 2015, os investidores têm retirado dinheiro da caderneta para cobrir dívidas num cenário de queda da renda e de aumento de desemprego. Em 2015, R$ 53,5 bilhões foram sacados da poupança, a maior retirada líquida da história. Em 2016, os saques superaram os depósitos em R$ 40,7 bilhões.

Outro fator que contribuiu para os saques foi a perda de rentabilidade da caderneta em relação a outras aplicações. Nos 12 meses terminados em março, a poupança rendeu 8,27%, contra 13,88% do Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

Compartilhe
Previous ACM Neto já está nos EUA para conferência em Havard
Next Clientes de telefonia, internet e TV a cabo pagaram R$ 64 bi em tributos em 2016

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Meirelles diz que governo finaliza “eventual aumento de imposto”

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, informou nesta quarta-feira (19/7) que o governo finaliza cálculos sobre o eventual aumento de impostos que poderia ser anunciado nesta quinta-feira (20/7). Em entrevista

Economia

Meirelles: sou favorável à adesão do Brasil à OCDE

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, declarou neste sábado (18/3) que é favorável à adesão ao Brasil à Organização de Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e que tratará desse assunto

Economia

Pagamento das contas inativas do FGTS começa nesta sexta-feira, confirma Caixa

A Caixa Econômica Federal confirmou no Diário Oficial da União (DOU) desta quarta-feira, 8, o calendário já divulgado para o pagamento das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo