Temer nomeia Admar Gonzaga novo ministro do TSE

Temer nomeia Admar Gonzaga novo ministro do TSE

O presidente da República, Michel Temer, escolheu o advogado Admar Gonzaga para ocupar a vaga de ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Gonzaga vai substituir o ministro Henrique Neves, cujo mandato termina no dia 16 de abril. Gonzaga foi o mais votado na lista enviada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) a Temer. O presidente assinou o decreto nomeando Gonzaga no início da noite. A nomeação será publicada no Diário Oficial da União de amanhã (31).

Atualmente, Admar Gonzaga é ministro substituto do TSE. Ele deve participar do julgamento da chapa Dilma-Temer, que começa na próxima terça-feira (4) e tem duração imprevisível, conforme o presidente da corte, ministro Gilmar Mendes. A ideia de Temer era proceder o mais rapidamente possível com a nomeação do novo ministro, para evitar acusações de tentativa de interferência no julgamento.

Os outros integrantes da lista enviada pelo STF ao presidente eram Tarcísio Vieira e Sérgio Silveira Banhos. Vieira também atua no TSE como ministro substituto.

O plenário do TSE é composto por três ministros do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e dois membros da advocacia. Em maio, outra cadeira da advocacia ficará vaga, com a saída da ministra Luciana Lossio, e o presidente Temer deverá fazer nova nomeação.

Compartilhe
Previous Em nova assembleia, professores de Feira decidem continuar em greve
Next Governo reduz teto do juros de consignado de servidores e aposentados

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Janot chama de imoral plano de previdência de deputados

“É inadmissível elaboração de leis imorais, cujo único propósito seja privilegiar alguns poucos indivíduos, locupletando-os injustificadamente à custa das pessoas que sustentam financeiramente o Estado com seu trabalho”. Assim o

Política

Dilma Rousseff será candidata nas eleições de 2018

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu que será candidata nas eleições de 2018. A petista, que foi afastada da presidência da República em agosto de 2016, após sofrer um processo

Política

Venezuela ordena expulsão de embaixador brasileiro do país

A Assembleia Constituinte da Venezuela ordenou, neste sábado (23/12), a expulsão do embaixador brasileiro Ruy Pereira da capital venezuelana. O diplomata foi declarado “persona non grata” e não poderá permanecer