Fachin decidirá em abril se citados em delações da Odebrecht serão investigados

Fachin decidirá em abril se citados em delações da Odebrecht serão investigados

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin deve anunciar no mês que vem se aceita os 83 pedidos de abertura de investigação contra citados nas delações de ex-diretores da empreiteira Odebrecht no âmbito da Operação Lava Jato. De acordo com sua assessoria, o trabalho de análise dos pedidos entrará pelo mês de abril.

Há duas semanas, Fachin recebeu do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, os pedidos de investigação e deve assinar em conjunto todo o material sobre as delações da Odebrecht, que envolve 320 pedidos ao Supremo. Além dos 83 pedidos de abertura de inquéritos, há 211 solicitações para desmembramento das investigações para a primeira instância da Justiça, sete arquivamentos e 19 pedidos cautelares de providências.

As delações da Odebrecht foram homologadas em janeiro pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, após a morte do relator, Teori Zavascki, em acidente aéreo. Foram colhidos pela Procuradoria-Geral da República (PGR) 950 depoimentos de 77 delatores ligados à empreiteira.

Compartilhe
Previous “Com a terceirização das atividades-fim o cidadão vai voltar a época das senzalas”, diz Targino Machado
Next Comissão de Ética adverte ministro por usar viagem de trabalho para campanha

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Comissão do Senado rejeita reforma trabalhista

O relatório do senador Ricardo Ferraço (PSDB-ES) sobre a reforma trabalhista acaba de ser rejeitado pela Comissão de Assuntos Sociais  (CAS) por 10 votos contrários a nove. A reforma trabalhista

Política

Reforma da Previdência não é só para quem vai se aposentar, diz Temer

O presidente da República, Michel Temer, abriu seu discurso, durante reunião com a comissão da reforma da previdência no Planalto, para defender a necessidade de mudanças no benefício e alertou

Política 0 comentários

Câmara de Salvador: Kannário bateu asas e não cantou

Tinha tudo para o vereador Igor Kannário(PHS), usar a tribuna da casa legislativa municipal, nesta terça-feira(14), mas ainda não foi desta vez. Apesar do esforço do vereador e líder do