Marcelino Galo condena derrubada de 100 casas em Vitória da Conquista: “vergonhosa”

Marcelino Galo condena derrubada de 100 casas em Vitória da Conquista: “vergonhosa”

O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelino Galo (PT), condenou, de forma veemente, a derrubada de pelo menos 100 barracos, localizados na Cidade Maravilhosa, em Vitória da Conquista, pela prefeitura, na madrugada do sábado (18). De acordo com relato de moradores do bairro Zabelê, prepostos do poder público municipal chegaram ao local com máquinas por volta das 4h30 sem estabelecer qualquer tipo de diálogo. O terreno ocupado por eles há oito meses, na Serra do Piripiri, pertenceria ao município. Galo considerou a medida “vergonhosa” e que a ação confirma que a atual gestão, liderada pelo prefeito Herzem Gusmão (PMDB), não tem sensibilidade social, nem políticas públicas voltadas ao desenvolvimento inclusivo do município. “Nesses quase 100 dias eles só tem perseguido os mais pobres, prejudicado trabalhadores do campo e da cidade. As queixas são constantes. Se fosse numa área nobre, ocupada por ricos, certamente não chegariam de madrugada, não teriam a mesma atitude. É um governo desastroso, que persegue quem mais precisa, e que envergonha, portanto, Vitória da Conquista”, afirmou o parlamentar, ao considerar que “a prefeitura tem responsabilidade sobre o que acontecer com as 100 famílias desabrigadas”.

Compartilhe
Previous Acordo previa a entrega de R$ 50 milhões para Aécio Neves, diz Odebrecht
Next Camaçari: Câmara promove audiência pública sobre Reforma da Previdência na segunda

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política 0 comentários

Planalto isola ex-aliados de Cunha na disputa pela Câmara

Embora o presidente Michel Temer diga oficialmente que o governo se mantém neutro na disputa pelo comando da Câmara dos Deputados, seus auxiliares com melhor trânsito partidário atuam para esvaziar

Notícias

Com 539 emendas, MP é o novo teste para Bolsonaro

Após sofrer sua primeira derrota na Câmara há duas semanas, o governo de Jair Bolsonaro já tem marcado um novo teste de força para sua ainda incerta base aliada. A

Política

Renan: nenhum homem público deve se colocar acima da investigação

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), afirmou nesta quinta-feira que “sempre defendeu qualquer investigação” da Justiça. “A investigação é a oportunidade de se demonstrar o contrário. Acho