Câmara de Salvador terá convocação extraordinária dia 9 de março

Câmara de Salvador terá convocação extraordinária dia 9 de março

Com o objetivo de compensar a sessão ordinária desta terça-feira (21), suspensa em função dos preparativos para o Carnaval no Centro de Salvador, o presidente da Câmara Municipal, vereador Leo Prates (DEM), convocou sessão extraordinária para o dia 9 de março (quinta-feira), às 9h30.

O projeto em discussão será o mesmo da Super Terça do dia 7 de março, o Projeto de Lei nº 61/16, enviado à casa pelo Executivo Municipal em fevereiro do ano passado, revogando a Lei nº 2.459, de 30 de janeiro de 1973. A legislação autoriza o Município a subscrever, mediante a incorporação e transferência de bens da Superintendência de Turismo da Cidade do Salvador (Sutursa), ações decorrentes do aumento de capital da Hotéis de Turismo do Estado da Bahia (Bahiatursa S.A.).

Na mensagem enviada ao Legislativo, o prefeito ACM Neto explica que os imóveis relacionados para transferência, que atualmente abrigam o Belvedere da Sé e o Teatro Gregório de Mattos/Espaço Itaú de Cinema, estão sob a responsabilidade da Fundação Gregório de Mattos. “A Procuradoria Geral do Município foi consultada, através da Procuradoria do Meio Ambiente, Patrimônio e Urbanismo, e analisou os aspectos jurídicos da presente proposta, concluindo pela possibilidade de desfazimento do negócio jurídico, mediante lei que assim autorize”, justifica a mensagem.

Compartilhe
Previous “Precisamos fortalecer a Ceplac, pois a cadeia produtiva do cacau vive um novo ciclo”, afirma senadora Lídice da Mata
Next Adolfo Viana critica política de segurança pública

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Política

Temer tem reunião com Rodrigo Maia no Palácio do Jaburu

O presidente Michel Temer tem reunião marcada às 19h desta sexta-feira, 3, com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), no Palácio do Jaburu. O encontro, que não estava previsto

Política

Fachin dá 15 dias para Renan se defender da acusação de propina

O ministro Luiz Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF) deu prazo de quinze dias para o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL) se

Notícias

Julgamento de Lula na 2ª instância deve ocorrer antes de campanha

O desembargador João Pedro Gebran Neto concluiu seu voto no recurso apresentado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) após a condenação