Inquérito sobre a morte de Domingos Montagner é concluído

Inquérito sobre a morte de Domingos Montagner é concluído

A Polícia Civil de Sergipe concluiu o inquérito sobre a morte do ator Domingos Montagner.

Segundo informações do delegado Antônio Francisco de Oliveira Filho dadas ao “Jornal Nacional” da Globo, o ator morreu por afogamento. A morte foi considerada um fato atípico e classificada como acidente.

O delegado ouviu 14 pessoas, entre elas, a atriz Camila Pitanga, que acompanhava Domingos durante um mergulho na cidade de Canindé de São Francisco.

Uma vistoria feita no local da morte de Domingos constatou a falta de sinalização e salva-vidas, porém ninguém foi indiciado.

Montagner morreu afogado no rio São Francisco no dia 15 de setembro. Ele havia gravado cenas da novela pela manhã e, como tinha o resto do dia de folga, foi com Camila Pitanga almoçar. Pitanga revelou em depoimento que, depois do almoço, os dois resolveram mergulhar no rio, num local conhecido como prainha do Canindé.

Os dois entraram na água e a correnteza ficou forte de repente. Camila nadou rápido e conseguiu abraçar uma pedra. “Domingos não nadava e estava assustado, mas eu não tinha noção do que estava acontecendo [até então]”, disse ela em entrevista ao “Fantástico”. Quando a atriz percebeu a gravidade da situação, ela começou a gritar por socorro.

O corpo de Domingos Montagner foi velado no teatro Fernando Torres, no Tatuapé, bairro da zona leste de São Paulo onde o ator nasceu e cresceu. O enterro aconteceu no Cemitério da Quarta Parada, também na zona leste.

Compartilhe
Previous 'Em 2018, se o PSB tiver apoio de Alckmin, melhor'
Next Tarifa de R$ 3,30 para quem não possui o Via Feira começa nesta quinta (10)

Sobre o Autor

Você pode gostar também

Notícias

Boa Nova: Homem é morto com tiro de espingarda disparado pelo cunhado

Um homem de 53 anos de idade morreu após ser atingido por um tiro de espingarda caseira. O crime foi registrado nesse domingo (21) pela polícia na localidade conhecida como

Mundo

Líder do Parlamento venezuelano diz que Constituinte de Maduro “já nasceu morta”

O presidente da Assembleia Nacional da Venezuela, o deputado opositor Julio Borges, afirmou nesta terça-feira (9) que a convocação de uma Constituinte pelo presidente do país, Nicolás Maduro, já nasceu

Notícias

MPF pede aumento de pena imposta a Eduardo Cunha

O Ministério Público Federal (MPF) recorreu, na sexta-feira (5/5), da sentença do juiz federal Sérgio Moro contra o ex-presidente da Câmara Federal e deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB). Em março

0 Comentários

Ainda não há comentários

Você pode ser o primeiro a comentar essa notícia!

Deixe uma resposta